A crescente onda de Big Data nos faz dar um novo passo na era da informação em que vivemos. Os dados e informações ocuparam um lugar central em todas as nossas atividades; até mesmo a guerra está envolvida (guerra de informação, guerra eletrônica, por exemplo). 

Na era da informação, o poder das idéias desempenha um papel cada vez mais proeminente. Mas, como o princípio do ceticismo é amplamente difundido, nossa era é também a era da desconfiança. 

Normalmente há muitos dados que são transformados em informação, o que requer conhecimentos específicos, conhecimento, ética, e nos expõe a muitas reviravoltas: rumor secreto (informação contida) (grau zero de informação), propaganda, desinformação ou engano.

Propaganda

A publicidade é uma forma de propaganda que é aceita em nossa sociedade, e é utilizada para desenvolver um “pleito” por um produto ou uma marca. 

É promover um ponto de vista para convencer, mas também para bloquear a função cerebral; é normalmente o papel da publicidade sugestiva para impedir que o cérebro funcione analiticamente e criticamente. 

A propaganda tenta seduzir, reunir, converter o campo indeciso, fortalecer as convicções dos apoiadores, abalar os céticos, mas em alguns casos (excluindo a propaganda) para desmoralizar e aterrorizar os oponentes. Deve-se notar aqui que o terrorismo é um ato de propaganda que baseia seu poder na violência da mensagem.

Confira 5 lições para quem quer prever o comportamento humano aqui!

Desinformação

A desinformação tenta deliberadamente distorcer a compreensão de uma situação. A desinformação fornece informações falsas para guiar na direção errada. 

Muitas vezes, ela apresenta de forma tendenciosa um fato, fornece informações tendenciosas e cobre suas verdadeiras informações em uma avalanche de comentários e detalhes. 

Os defensores da desinformação são os políticos. As expressões politicamente corretas são uma forma de desinformação, e a dupla fala de outra forma. 

A grande questão aqui é se a desinformação poderia ser moralmente honesta, uma vez que serve a objetivos respeitáveis? 

Zoomers! Esse artigo sobre Big Data é para vocês! 

Enganação

No manuseio da informação, a medalha de ouro vai para ações enganosas. Existem diferentes formas de engano: suave e duro. Os militares são especialistas neste tipo de manipulação, já altamente recomendados cinco séculos antes de Cristo por Sun Tzu, que dedica um capítulo de seu famoso livro ao engano. 

As referências para este tipo de ação militar são muitas: Cavalo de Tróia, Horace e Curiace, EMS Dispatch, e durante a Segunda Guerra Mundial, Pearl Harbor, Barbarossa, Mincemeat e Overlord. 

As ações de engano utilizam sistematicamente o estratagema, a combinação de falsas pistas, a sequência atrativa de ações, o uso de desertores, espiões e traidores para levar o inimigo que desconfia da decisão errada e do comportamento fatal.

O mundo do Big Data é apresentado sob um ângulo simpático, como por exemplo a possibilidade de melhorar a compreensão do mercado, mas sem dúvida temos que tomar cuidado com aqueles que o utilizam para disseminar propaganda, desinformação e engano.

Hipotetizar ou não hipotetizar: eis a questão. Leia sobre esse dilema aqui! 

 

Published On: novembro 24th, 2021 / Categories: Data Science, Digital Marketing /

Aprenda a conseguir trabalho

Se inscreva para receber acesso gratuito ao módulo Conseguindo Trabalho!

Obrigado por se inscrever!
Houve um erro ao enviar sua inscrição. Tente novamente mais tarde.

Ao acessar, você concorda em receber nossos comunicados.